Tomahawk: um player de música com cara de player de música para Linux

Baseado-me na recomendação deste artigo, resolvi baixar e testar o Tomahawk, um player de música de código-fonte aberto e multiplataforma.

Meus amigos e pessoas mais próximas sabem que eu respiro música. Sou apaixonado por boa música e, embora goste do odiado Banshee, sentia que precisava conhecer um player de música com cara de player de música legal para Linux. Aí podem falar “mas o Rhythmbox é bom”. Pode até ser, mas ainda não gostei de sua interface e o Banshee me atende melhor que ele, contudo, conheci o Tomahawk.

Não vou falar muita coisa, já que o Dori Prata falou bastante coisa (e isso seria quase “kibar” o Meio Bit, o que faria o Carlos Cardoso querer usar meus ossos para limpar os dentes), mas vou deixar alguns prints deste Player de música com cara de player de música, o endereço do site oficial e o repositório oficial para instalação.

Para instalar em seu Ubuntu, abra o Terminal e digite os seguintes comandos (seguidos de Enter a cada linha):

sudo add-apt-repository ppa:tomahawk/ppa
será necessário digitar a senha do administrador
—————————————————————
sudo apt-get update
—————————————————————
sudo apt-get install tomahawk

Ainda existem alguns problemas relacionados ao player para Ubuntu, como a infelicidade dele não ir para a próxima música ao finalizar uma, mas não posso dizer que isso aconteça com outras pessoas, sendo assim, sugiro que testem e deixem suas impressões.

O site oficial do projeto Tomahawk é http://www.tomahawk-player.org

Anúncios

20 comentários em “Tomahawk: um player de música com cara de player de música para Linux”

  1. Kadu a dica desse Music Player é válida, porém, é preferível usar o Banshee que você comentou que gosta e eu também acho-o bem mais bacana que o Rhythmbox. Mas hoje o meu xodó em termos musicais no Ubuntu é o Miro. Imbatível. A única pena é que ele não se integra tão bem quanto os outros dois. Tirando isso, o Miro é completíssimo: bonita interface, Youtube, torrent, roda quase todos os tipos de formatos de vídeo e áudio. A minha dica é: usem o Miro

    1. Boa dica! Muito boa!
      Uma vez, quando ainda usava Windows, instalei o Miro. Morri de medo dele, pois ele “bagunçou” toda minha “musicoteca”.
      Vamos dar mais uma chance 🙂

  2. Acabei de Instalar esse Tomahawk. A interface dele está muito boa, gostei bastante de tudo dele, porém o único motivo para eu não adota-lo com player padrão é o bug que você mesmo relato, não esta passando de musica sozinho O.o
    Atualmente estou usando o Clementine como player padrão =).

      1. Tenho instalado aqui no meus desktop e no meu notebook ele, no começo ele tava passando as músicas mas depois parou de passar ¬¬. Por isso voltei ao Clementine.

  3. Interface muito bonita e cheia de fru-fru. Pra quem é louco por música não deve ter melhor, mas o bug absurdo de não mudar de faixa acaba com o cartaz dele.

    Em tempo, tem algum jeito de aumentar/melhorar o som do sistema?

    1. O bug na verdade não é do player de música, mas sim do phonon-backend-gstreamer. Um usuário fez o downgrade para a versão do Ubuntu 11.10 e não teve este problema, contudo, downgrades não são fáceis de se fazer.

      1. Bom saber, porque o programa é realmente muito bom. Estou usando-o nesse exato momento e só digo uma coisa: a Canonical deveria trocar o feio e sem graça do rhytmbox pelo tomahawk ASAP

  4. Tirando a parte das capas, ele me pareceu um pouco com o ITunes, é isso mesmo?

    Não gostei muito não…

    Um player muito bom, pra mim é o Deadbeef. Bonito e simples, vale muito a pena testar.

    Quem quiser instalar, é só ir no terminal e colar

    sudo add-apt-repository ppa:alexey-smirnov/deadbeef

    sudo apt-get update

    sudo apt-get install deadbeef

    1. Para usuários avançados, que têm como saber a diferença entre as duas libs, realmente vale à pena destacar, mas para usuários do dia a dia, isso não faz diferença. 🙂

  5. Player maravilhoso!
    Ele reconheceu quase todos os artistas e álbuns, coisa que o Banshee e o Rhythmbox não fizeram.
    Mas estou com um problema, eu adicionei uma pasta com umas 200 músicas, mas só entraram 57 músicas.

  6. Cara, temos um pensamento muito parecido em relação a construções de softwares para o linux.
    Já testei esse player e confesso que me surpreendi.

    Ele é muito bonito, tem recursos fantásticos, porém ainda tem alguns bugs.

    Acredito que se ele evoluir um pouquinho mais e se caso meu projeto futuro não dê certo, ele será meu player padrão =]

    [ele tem ótimas extensões] 😛

  7. pra ele mudar de música (ir pra próxima faixa) no ubuntu 12.04 é só substituir o phonon-backend-gstreamer pelo phonon-backend-vlc, como diz na página do desenvolvedor: phonon-backend-vlc is installed rather than phonon-backend-gstreamer
    de resto a única coisa que não me agrada nele é o fato de não reconhecer todas minhas músicas e a falta de transição sem intervalo entre as mesmas, no mais é nota 10

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s