Dez coisas que faltam para o Ubuntu ficar perfeito parte 2

6:  Parceiros proprietários

Vejo com um certo ceticismo aquelas pessoas que dizem que realmente o Gimp pode substituir o Photoshop. Para mim, o Gimp não substitui sequer o Fireworks. Isso se estende a milhares de pessoas e muita gente não sai do Windows exatamente porque não tem estes aplicativos no Linux.

A Canonical possui fama, o Ubuntu é bem difundido (imagino que para cada dois usuários de Linux, um seja usuário de Ubuntu) e possui algo que a Microsoft gostaria de ter e a Apple já tem: Publicidade gratuita. Isso é um ponto importante na hora de chegar pra Adobe e falar: – “Nós estamos crescendo e gostaríamos que vocês portassem a suíte Creative para nossa plataforma”.

Vejam bem, eu não disse para o Linux, mas sim para o Ubuntu.

A mesma coisa poderia ser feita com a AutoDesk, com a Microsoft (sim, deve ter gente que realmente pagaria por uma suíte Microsoft Office para utilizá-la no Ubuntu, embora o OpenOffice seja gratuíto e excelente) e algumas outras empresas.

Já sabemos que usuários de Linux pagam mais pelos programas que compram, se os programas forem bons. A chance do Ubuntu crescer mais e das softhouses ganharem mais está aí: Portem seus aplicativos para o Linux (mais especificamente o Ubuntu) e acompanhem os resultados. Canonical…faça parcerias de sucesso!

7: Resolver os problemas de drivers proprietários

O Ubuntu é ótimo quando se trata de facilidade para fazer as operações simples do dia-a-dia, mas tem coisas que realmente não funcionam bem ainda. É o caso dos drivers de vídeo.

Tenho dois computadores em minha casa. Os dois com placas de vídeo ATI Radeon. Em nenhum dos dois, os drivers de vídeo estão atendendo a minha necessidade. Na verdade, a instalação do meu computador (que tem uma ATI Radeon HD4670) não permite que eu veja vídeos satisfatoriamente  quando os drivers de vídeo proprietários estão ativos (citado no artigo Videos sem problemas com Ubuntu e ATI). O outro computador, que é da minha mãe, o Ubuntu sequer oferece a opção de instalação dos drivers para a ATI Radeon X1550. Se eu instalo os drivers FGLRX, simplesmente não funcionam e se funcionam na insistência, não é como eu preciso.

O problema não é do Ubuntu e sim da ATI/AMD, mas, e as opções Open Source, que, supostamente deveriam estar disponíveis com aceleração? Ou então um canal de comunicação entre os usuários e o fabricante dos drivers, assim teríamos um melhor suporte das duas partes.

Agora vamos pegar o meu problema e estendê-lo a algumas milhares de pessoas que usam seus equipamentos sem os drivers necessários para o correto funcionamento…é triste mas é verdade.

8: Codecs proprietários embutidos no sistema.

Já sabemos de cor: Quando instalamos o Ubuntu, se quisermos ver DVDs em nossos computadores, precisaremos instalar algum pacote de codecs e bibliotecas de arquivos que eles chamam de “ugly”. Seja o Mebibuntu, seja o Restricted.

Claro, tem países que não permitem que o sistema venha por padrão com estes codecs. Que tal fazer como a Microsoft faz com o Windows na União Européia? Crie uma versão específica para aqueles países que não permitem que o sistema venha com os codecs e deixem o resto do mundo ser feliz.

9: Investimento em apenas uma interface

Pelo que vemos, não dá pra investir em várias interfaces e dar a todas elas o mesmo nível de atenção. É o que podemos perceber na diferença Ubuntu/Kubuntu. O Ubuntu recebe as melhorias e novidades e o Kubuntu parece um irmão mais velho que é deixado pra depois na hora de comer.

Ter apenas uma interface seria restringir a liberdade de escolha? Não. Se você quiser o Kubuntu ou o Ubuntu com o GNOME, poderia instalar a interface pelo Synaptic ou pela Central de Programas do Ubuntu, dependendo de qual fosse a interface padrão.

Acho os programas feitos em QT muito bonitos. Mais bonitos que os programas feitos em GTK, mas acho que o Ubuntu não merece a poluição do Desktop do KDE e não merece a simplicidade excessiva do ambiente GNOME e seus programas em GTK.

Uma interface construída em QT com a limpeza do GNOME seria ótimo pra falar a verdade. Claro, desde que a Canonical investisse em uma interface única padrão para seu sistema e não ficar atirando em todas as direções.

10: Um painel de controle de verdade

Ok, ok. Não venham reclamar que isso é coisa do Windows que não é mesmo.

O SUSE tem o Yast, o Windows tem o Painel de controle e o Mac tem seu painel de controle também. E o Ubuntu? ” – Ah, o Ubuntu tem o menu Sistema”, ou “Bah, o Ubuntu tem o Gnome-Control-Center”. Bullshit! As coisas não funcionam assim.

Uma interface simples de gerenciamento de contas, de gerenciamento de redes, de gerenciamento de drivers, de programas, de energia, de telas e tudo o mais em uma simples janela seria extremamente produtivo. Para cada configuração é necessário abrir uma janela diferente no Ubuntu e isso é extremamente irritante, quando eu poderia ter todas essas opções em apenas uma janela e a cada uma que eu abrisse, seria aberto uma nova aba.

Veja a realidade das janelas de configuração do Ubuntu…é a visão do inferno.

Conclusão

É assim que vejo o Ubuntu hoje e apenas mostrei as coisas que eu gostaria que melhorassem para que o sistema ficasse perfeito. Sabemos que perfeição não existe quando se trata de coisas assim, mas se existem defeitos e falhas, eles devem ser corrigidos. Claro que este é o meu ponto de vista e o ponto de vista dos investidores do Ubuntu pode ser outro, mas quem usa o sistema sou eu e esta é a minha visão enquanto usuário do sistema que migrou a poucos meses…imagina um usuário que migrou a algumas semanas?

Existem também pessoas que acham que o Ubuntu está perfeito como está e se melhorar estraga. E você? Concorda com os pontos apresentados? Acha que tem algo que poderia melhorar? Deixe nos comentários.

Anúncios

27 opiniões sobre “Dez coisas que faltam para o Ubuntu ficar perfeito parte 2”

  1. Ítem 8.

    Se eu não estiver muito, mas muito enganado mesmo. Eu não conheço nenhuma versão do windows que já venha com Codecs.

    Sempre que instalo um windows, eu tenho que instalar um pacote de codecs também.

  2. Concordo com todos os pontos levantados por você, principalmente com relação ao painel de controle. Eu ja tentei sugerir a utilização do Mandriva-Control-Center no Ubuntu Brainstorm, mas a minha sugestão foi moderada por um membro e ele me deu como resposta que ja existe o Gnome-control-center. Mas convenhamos, o gnome-control-center não chega nem aos pés do Mandriva control center…

  3. Sou leigo ainda e estou aprendendo a trabalhar com o Ubuntu
    e realmente eu gostaria muito se ele melhorase muito esses pontos.
    Gostaria mais ainda que eu não precisasse ficar instalando cada um dos codecs
    e muito menos ter que usar o Windows em outra partição por causa do AutoCad.
    Só digo que você levantou ótimos pontos ai e obrigado pela apostila Guia do iniciante Ubuntu…

  4. Gostei do artigo! Acho que no caso do painel de controle poderia ser igual ao do Mandriva. Aquilo sim é um painel de controle de verdade e o Ubuntu deveria se inspirar nisso.

    Acredito que seja possível trocar o Photoshop pelo Gimp sim. O que vejo muito de comentários é preconceito com um programa gratuito que veio combater um programa pago.

    Acho o Gnome uma das melhores interfaces que existem pois evoluiu muito. Lembro que ele era bem espartano tempos atrás, mas as coisas mudaram. O KDE parece que não combina com o Ubuntu além de ser pesado.

    Uma coisa que acho que falta no Ubuntu é um bom editor de artigos para blog como é o Windows Live Writer.

  5. Gostei do Texto, Explicativo e bom…O ubuntu ainda tem esse “Pequenos” detalhes a ser Melhorados…

    Ontem Mesmo,Instalei o Lubuntu (LXDE baseado no GTK+) Que é Muito leve,Mas falta ainda muito recursos basicos…Vou fazer um Review e colocar no UbuntuBR, mais pra minha surpresa e Duvida..Ele Rodou meus Video em MKV e MP4 Pelo gnome Player *-*, Primeira coisa Que fiz foi um Install Vlc… por causa do ubuntu que precisa fica assim…e rodou padrao.

    Continue com topicos do linux, s’ao muito Bons.Adicionei o blog no Feed.bom Conteudo

  6. Meu caro, quem lhe disse que o Ubuntu não tem um “Painel de Controle”?
    Eu não sei explicar o porquê da função “CENTRO DE CONTROLE” não estar disponível no menu Sistema, mas se você adicionar ao Painel o “Alternador de Usuários” verá que ele tem esta função, que por sinal é um ótimo recurso que dispõe de configurações pessoais, visual e comportamento, internet e redes, hardware e sistema.

  7. Concordo plenamente com os itens citados acima, mas pra mim os pontos mais irritantes e intrigantes são: A questão do vídeo, e a ausência de um painel geral de administração do sistema, confesso que as vezes me perco quando vou configurar certas coisas, devido a estarem muito separadas as vezes…! No mais é notável o crescimento do ubuntu e sua comunidade.
    Parabéns Kadu pelo post.

  8. “Crie uma versão específica para aqueles países que não permitem que o sistema venha com os codecs e deixem o resto do mundo ser feliz”.

    huahua dessa eu ri. Ouvi dizer que com o Mint é assim, tem 2 versões, uma com e outra sem os Codecs. Contudo, instalar o Ubuntu Restricted Extras é a coisa mais fácil da galáxia, e instala bem mais que apenas codecs.

    O Centro de Controle não é um PAINEL de controle. Ele só é uma espécie de “front-end” para o menu sistema. Bem quanto a isso sei lá, só digo que concordo com o cara que disse que o Centro de Controle não deveria ser omisso.

    Cara, você pode fazer um post falando sobre a versão em DVD do Ubuntu? O que ela tem e talz, a diferença do CD para o DVD, se no DVD vem mais coisas… Li uma noticia que vão tirar o “apitude” do Ubuntu para economizar 13~15 MB, a coisa anda tão apertada assim? Talvez fosse melhor que o Ubuntu começasse a ser distribuído somente em DVD. E bora fazer novos parceiros pra seção partner. ;P

  9. No no, não seria uma boa ideia distribuir o Ubuntu somente em DVD. Mas fico em dúvida de qual é a relação do DVD frente ao CD do Ubuntu. Porque imagine se resolvem fazer um painel de controle mesmo, iria precisar de bem mais espaço, coisa que um CD não pode oferecer. Sry sair do foco do post.

  10. Sou usuário Windows e tento sempre acompanhar as novidades do mundo Linux, e realmente concordo em todos os pontos com você, vejo que o Linux tem um grande potencial para ganhar novos usuários, porém eu penso que o que atrapalha mesmo o Linux são os usuários. Aqueles que criam em torno de si e do sistema uma espécie de escudo que diz: você só pode entrar aqui se você souber o que está fazendo, como administrador eu entendo que não é este o ponto de partida, e sim tornar o sistema simples de usar, funcional. E isto sim abriria as portas e chamaria a atenção da Adobe, AutoDesk, Corel, AMD, Intel. Gostaria de discutir mais sobre o assunto, é minha primeira vez no blog e te parabenizo: ótimas informações, sem fanatismo, concisas. Obrigado!

  11. Falando em painel de controle, deem uma olhada no gconf-editor. Basta teclar ALT+F2 e na janela que se abre digite gconf-editor. Se não for um painel de controle o que é?

    1. Realmente, Legendário, não entendo patavinas de software livre, mas posso ter nas mãos ideias para tornar o o objeto do assunto muito mais popular do que suas crenças sobre liberdade.

  12. Kadu, parabéns por suas observações… acho que usuários como o Legendário e tantos outros que preferem garimpar o kernel do sistema por dentro ao invés de clicar no mouse deveriam se satisfazer com outras distros do linux que não possuem interface X e deixar que os usuários do Ubuntu melhorem, facilitem e finalmente aposentem o famigerado Windows, por um sistema seguro, gratuito, flexível e customizavel, que é o Ubuntu, mas também, fácil de usar, bonito, agradável e acessível para quem não quer ser um engenheiro de software e sim desfrutar do lazer em seu lar, ouvir musica, ver filmes, jogar, trabalhar em seu micro sem precisar virar o sistema pelo avesso ou digitar textos de código para tal. Pelo pouco que li no site do Ubuntu, este é o âmago de sua criação, o que diferencia das outras distros, e portanto, seu artigo contribui muito nesse sentido… vamos todos encontra mais detalhes a ser melhorados e expo-los, para que aqueles que tem conhecimento e interesse em contribuir possam melhorar nosso sistema, sem fanatismo, que não leva a lugar algum… Sou usuário de PC há uns 20 anos, meu primeiro PC foi um 386 e a 15 entrei na net, fui usuário do chat ZAZ e do zipmail que mantenho ate hoje… nessa época, eu fuçava o Windows e tinha excelente conhecimento de linha de comando e arquivos de configuração, mas hoje, quero mais é curtir meu PC e não estuda-lo… abraços…

    1. Pois é, Flávio. Fico às vezes pensando o que eu faria se estivesse no lugar do homem que toma as decisões por trás do Ubuntu.
      Sei que às vezes ele tem de tomar decisões difíceis e que podem ir de encontro ao gosto de alguns usuários, mas um líder está aí para isso mesmo. Algumas vezes é preciso criar uma necessidade para que ela se torne realidade. Pergunte à Jobs se isto não é verdade ;P

      Estou aqui para apontar as melhorias que acho pertinentes e que eu faria. Algumas das que eu apontei neste artigo estão em vias de serem aplicadas, outras estão em estudo, mas o importante é que a evolução não para.

  13. Desde que foi postado este artigo, muita água rolou por debaixo da ponte.

    A maioria dos pontos aqui abordados a Canonical já mudou ou está a caminho:
    1.Ainda podem desenvolver muito a central de software, mas, instalar aplicativos está cada vez mais fácil, as últimas noticias é de que será possível instalar aplicativos multiarquitetura sem força-los e também será possível testar os aplicativos antes de instalar os mesmos.

    2. A Canonical trocou o Rhymhtbox pela Bansee, acredito que seja uma tentativa de melhorar a opção de Player. Não está legal ainda mas a intenção de melhorar está evidente. Instalei fácil a última versão do Songbird para Linux, algumas boas almas disponibilizaram a versão para o Pinguim.

    3. Com relação ao Wine acredito que seja mais politica esta decisão. A Canonical quer que as pessoas usem Linux e aplicativos Linux. Acho dificil mudarem.

    4. O visual do sistema mudou totalmente, os ícones também. Mas ainda tem muito o que melhorar, mas a eles não estão parados.

    5. Até agora nada de ferramenta de backup padrão e com Wizard para ajudar usuários menos experientes. Falta gravissíma.

    6. Parceiros Proprietários, na central de software há aplicativos para serem comprados na última versão lançada. É pouco se pensarmos em usar Photoshop no Linux, mas, para que isso aconteça as empresas proprietárias precisam ver mercado para isso, e o que se mostra é que usuários Linux são menos de 1% do mercado o que é difícil de se contestar ou de provar o contrario, mas se o Ubuntu continuar a se desenvolver da forma que está fazendo não tem outro caminho a não ser a popularização do mesmo, já que a cada ano o Ubuntu conquista cada vez mais usuários e empresas. Dai a pressão será normal e os aplicativos sairão naturamente.

    7.Resolver os problemas de drivers proprietários – O Driver Noveu anunciou que está tão bom quando o drive proprietário da Nvidia, o Novo Ubuntu poderá ser usado com 2D enfim a Canonical não está parada. As novas impressoras e periféricos quase todos funcionam com o Ubuntu. Inclusive a Canonical já está disponibilizando uma lista com todos os droivers que rodam no Ubuntu. De certa forma é uma pressão para que os fabricantes olhem e se sintam pressionados a ter seus drivers incluídos na lista do Ubuntu. A Canonical mais uma vez mostra que está trabalhando forte, mas ainda falta muita coisa, mas estamos a caminho.

    8. Codecs proprietários embutidos no sistema. Isso não acontecerá por medo de processos. Mas é tão fácil que não devíamos nos preocupar, aliás na instalação dos novos já há a opção na instalação de instalar os mesmos. Ou seja ponto para a Canonical mais uma vez.

    9. Investimentos na Interface – Além da 10.10 estar muito linda, o 11.04 virá totalmente reformulado e com Gnome 3. Não estão parados e estão fazendo acontecer. Além de que o Ubuntu com Gnome é declaradamente o objetivo principal da canonical. Eles nem ligam para o Kde, mas disponibilizam a opção. Mas a canonical na próxima versão trará aplicativos QT por default.

    10. Painel de controle de verdade – Falta Grave ainda não resolvido.

    Conclusão: Parece que quem escreveu este artigo tem livre acesso com a Canonical ou leu os pensamentos deles (Risos). Parabéns para o mesmo.

    E agora o que falta para o Linux ou Ubuntu? Pois a maioria do que aqui foi escrito já foi feito, então agora o sistema está quase perfeito?

  14. Como nosso amigo ai do comentario acima falou o Ubuntu já ta solucionando ou já resolveu muito das coisas citada por vc, ele só não falou do painel de controle no ubuntu 11.04 tem um simples mais muito bom, e o Gimp não é substitutor do photoshop é um programar de edição de imagem totalmente independente e com ele da para fazer as coisas que vc faz com PS sem problemas, eu tbm tinha este preconceito em relação a ele depois de ver este site eu mudei de ideia http://gimp-tutorials.net/ e da uma olhada nas imagens que fiz com gimp http://www.facebook.com/media/set/?set=a.229609570410981.53685.100000858188710&l=25d57cff0f&type=1 são simples mais já da para ter uma noção do que o gimp pode fazer.

    Abs

  15. Sou usu[ario leigo do Ubuntu 11.10, não consigo assistir videos, alguém pode dar uma receita de bolo do que preciso fazer para ter essa facilidade em meu computador? Há algum aplicativo na Central de programas Ubuntu? Desde já agradeço, repito sou leigo, então preciso de uma receita de bolo mesmo.Obrigado.

    1. Antônio, primeiramente, faça o download do “Guia do Iniciante 2.0”. Ele possui assuntos separados por funcionalidades, então, ao baixá-lo, você não terá dificuldades em utilizar seu Ubuntu com todos os recursos que ele pode lhe oferecer.

  16. Valeu Cadu,
    Desculpe sei que seu nome não é com C, mas a letra correta está com problema em meu teclado. Vou baixar e tentar aprender.Obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s